Coca

Durante a madrugada meu cérebro ferve.

Grilos, cães, vozes.. tiros e mais um milhão de coisas.

( CONCENTRAÇÃO )

Grudo os olhos no 'PC'.
... HTMLs, HTTPs, <> [ /i ]
Códigos, códigos e mais códigos...
Código pra isso, código praquilo... Esquece.

- Ta pedindo senha! E agora?
- O login ta certo? (tá) .. Tem certeza? (ha... espera)

respira, pensa...

-Lembrei! falta validar o cadastro! Só pode ser isso..

[EMAIL] - [CAIXA DE SPAM]

- Chega, desisto! Cadê meus biscoitos com coca-cola?

(O relógio marca 03:21 da manhã)

"... a coca cola não vai te deixar dormir... e amanhã é segunda feira!"

- Ah, que se dane!

Coca-cola ... C - O - C - A cola

Neurônios a mil, cérebro fervendo... - QUERO PARAR!

(Agora é tarde demais... no relógio ja passam das 5h da manhã)

Por Henrique Nogueira

Vermelho!

... é vermelha a cor da pele.

Rubor, fervor... calor latente...
Vapor d'água embaçando o espelho.

... sangue... suor... o sal da pele.. e o chão da sala
Dedos perdidos, mãos perdidas...
marcas espalhadas pelo corpo
tatuagem rubra no meio da coxa

sussurros... risos... exaustão!

é vermelha a cor dos olhos.. a cor do sangue... a cor da pele que transpira.
é vermelha a cor dos corpos estendidos pelo chão.

Por Henrique Nogueira

O Mistério do Planeta.




Vou mostrando como sou
E vou sendo como posso,
Jogando meu corpo no mundo,
Andando por todos os cantos
E pela lei natural dos encontros
Eu deixo e recebo um tanto
E passo aos olhos nus
Ou vestidos de lunetas,
Passado, presente,
Participo sendo o mistério do planeta
O tríplice mistério do "stop"
Que eu passo por e sendo ele
No que fica em cada um,
No que sigo o meu caminho
E no ar que fez e assistiu
Abra um parênteses, não esqueça
Que independente disso
Eu não passo de um malandro,
De um moleque do brasil
Que peço e dou esmolas,
Mas ando e penso sempre com mais de um,
Por isso ninguém vê minha sacola