Feliz segunda-feira

Quando tiver em um desses dias de “Odeio o meu trabalho!”, experimente isto:

A caminho de casa pare numa farmácia e peça um termômetro retal da marca “Johnson e Johnson”.

Assegure-se que é desta marca.

Ao chegar em casa feche todas as portas, feche as cortinas e desligue o telefone de forma a não ser incomodado durante a sua terapia.

Mude para uma roupa confortável, por exemplo um moletom e deite-se na cama.

Abra a embalagem e retire o termômetro. Coloque-o cuidadosamente no criado mudo evitando que fique estalado ou partido.

Retire o papel que vem com o termômetro e leia-o . Verá que em letras pequenas há uma declaração que diz o seguinte:

“Todos os termômetros retais feitos pela Johnson e Johnson são pessoalmente testados”.

Agora feche os seus olhos e repita em voz alta cinco vezes:

“Estou tão feliz porque não trabalho para o controle de qualidade da Johnson e Johnson”.

Tenham um bom dia e lembrem-se, há sempre alguém com um emprego pior do que o seu!!!

Vamos Continue… Força… A semana passa rápido…


Créditos: Uhull S.A.

O Pensamento traz a culpa!


"(...)somos infelizes porque pensamos..."

Será de todo uma verdade?...

O fato é que as complicações das nossas vidas são única e exclusivamente culpa nossa... mas será o caminho mais fácil o certo?

Fato: se tudo fosse fácil a vida seria sem graça!

Buscar a resolução dos nossos problemas (complicações) é o que nos motiva a continuar!

"(...) caminho em frente por sentir vontade."

There She Is!

O amor, o preconceito, o ódio e mais uma pitadinha de amor fazem dessa animação uma das melhores que já assisti, sem ser nem um pouco romântico, longe disso, ela realmente é genial.

Até agora temos quatro episódios, o quinto e último está para sair… vou ficar de olho e prometo postar aqui quando estrear.

Por enquanto assistam aos outros.

1



2



3


4

(In) Constantae

"(...) brincava com o acontecido e se esquecia de viver o novo." (Henrique Nogueira)

Muitos me perguntam o "porque" das repetições, o "porque" de eu acabar nas mesmas bifurcações, onde nenhum dos caminhos escolhidos será agradável... Já eu, meus caros amigos, lhes respondo que essa é minha sina.

Algo nessas pessoas, nessas situações... attracts me like no other lover... Me envolvem em suas histórias mais do que interessantes, mas deixam sempre os detalhes mais importantes por último, e quando esses são revelados já é tarde.

Tento de várias formas subjulgar o meu autruismo, mas é fato: "Ser super-herói não é fácil!"... e o cinto de utilidades teima em falhar nesses momentos, fico vulnerável, mortal... simples e sem graça!

__________________________________

"(...) dê uma máquina de escrever a uma pessoa em crise e criará um escritor!" (Pão com Mortadela)

Em momentos em que o passado reflete sobre o meu presente e fututo, em que os "Deja vu"(s) são contantes, eu me apego ao que me alivia o estresse... ao que me ajuda a desopilar.

Música, minha primeira descoberta artística, consatante desde a minha "pré-adolescência". Copanheira dos meu primeiros desastres!

Textos. Escrever foi consequência da música, mas então eu passei a escrever com outros propósitos. Em momentos distantes dos meus amigos o lápis e o papel foram meus ouvintes.

Fotografia, paixão nova. Poder resgistrar detalhes ricos em beleza que geralmente passam despercebidos é simplesmente maravilhoso!


"(...) eu sei que hoje sou o oposto do que eu imaginei, mas agora eu nem me preoculpo." (O amanhã - Henrique Nogueira)